PERFIL

Pedro Pacífico

Sou advogado e sempre gostei muito de ler. Na verdade, já tive fases de mais leituras, e outras de menos, mas nunca deixei de ter um livro na minha cabeceira. Em meados de 2017, fiquei com vontade de criar um espaço no Instagram para dividir minha opinião sobre os livros que lia. Como a leitura é um hábito, infelizmente, não tão valorizado em nosso país, sentia falta de poder conversar com outras pessoas que também partilhavam do amor pelos livros.
E foi aí que nasceu o Book.Ster por Pedro Pacífico.
Diariamente compartilho dicas, sugestões e críticas com os seguidores. E agora, cerca de um ano após a criação da página, decidi colocar as resenhas em um site, para conseguir levar para um público cada vez mais abrangente os benefícios da leitura.
É o que sempre digo e não canso de repetir: Leitura é hábito diário! Leia todos os dias, ao menos 3 páginas, e com isso você consegue manter esse hábito de extrema importância.
E aí, já leu hoje?

LIVROS, NÃO FICÇÃO

NOTA 10/10

Paula, de Isabel Allende | Resenha

Começar um livro sobre uma mãe que aguarda a morte de sua filha doente ao seu lado é algo que pode ser impensável para muitos. Temos nossos limites em conhecer o sofrimento do outro, mas a verdade é que esse livro não trata apenas da tristeza e do medo de uma perda irreparável.

LEIA MAIS

FICÇÃO

NOTA 8/10

O homem que escutava as abelhas, de Christy Lefteri | Resenha

Destruição. Essa é a palavra que marca toda a narrativa. E não é apenas a destruição física da cidade de Alepo, na Síria, de onde fogem os protagonistas do romance, mas também a destruição dos que mais amamos e da esperança por dias melhores.

LEIA MAIS

FICÇÃO

NOTA 9/10

O mundo se despedaça, de Chinua Achebe | Resenha

Ainda não muito conhecido no Brasil, o autor nigeriano Chinua Achebe é considerado como um dos maiores autores do século XX. Em “O mundo se despedaça”, o autor nos leva para uma Nigéria pré-independência e, mais especificamente, para o centro da vida tribal da etnia ibo.

LEIA MAIS

DIVERSOS

NOTA 8,5/10

A casa do silêncio, de Orhan Pamuk | Resenha

Apesar de não ser um dos seus romances mais famosos, “A casa do silêncio” foi o primeiro livro que li do autor turco, Vencedor do Prêmio Nobel de literatura em 2006.

LEIA MAIS

FICÇÃO

NOTA 9/10

Sobre a terra somos belos por um instante, de Ocean Vuong | Resenha

Em meio ao mês do orgulho LGBTQIA+, comecei essa leitura, muito bem indicada por Mia Couto no @dariaumlivropodcast, sem saber que a obra do autor vietnamita - que acaba de ser traduzida para o português - continha uma temática gay. Ocean Vuong é muito conhecido por suas obras de poesia e “Sobre a terra somos belos por um instante” foi sua primeira aventura em um romance.

LEIA MAIS

FICÇÃO

NOTA 10/10

Vamos comprar um poeta, de Afonso Cruz | Resenha

Nas poucas páginas que compõem esse livro, fica evidente a genialidade do autor português - característica que eu já tinha escutado de outros leitores. A obra foge totalmente daquele conceito de romance que estamos acostumados a ler.

LEIA MAIS