CLÁSSICOS, FICÇÃO, NÃO FICÇÃO

Escolhas da vez!

Não consegui fazer o post dos escolhidos para o mês de maio, mas vou aproveitar que estamos no início do mês para apresentar as leituras de junho...

NOTA

LIVROS, NÃO FICÇÃO

Abusado, Caco Barcellos

Com um trabalho jornalístico incrível, Caco Barcellos conseguiu não apenas apresentar ao seu leitor o dia a dia das favelas cariocas dominadas pelo poder dos traficantes de drogas, mas também mostrar essa história a partir do ponto de vista dos moradores das favelas e dos próprios chefes do tráfico.

NOTA 09/10

LIVROS, NÃO FICÇÃO

NOTA

Como os advogados salvaram o mundo, José Roberto de Castro Neves

O título chama a atenção logo de cara, ainda mais quando se fala em advogados, sempre vítimas de piadas e críticas - especialmente no atual Brasil da "Lava Jato”.

LEIA MAIS

CLÁSSICOS, FICÇÃO, NÃO FICÇÃO

NOTA 10/10

Orlando: uma biografia, Virginia Woolf

Livro de março do #desafiobookster2018 e, por enquanto, uma das melhores leituras do ano. Já adianto que não achei o livro fácil, ele é bem desafiador, mas vale muito à pena.

LEIA MAIS

NÃO FICÇÃO

NOTA

A história do homem, Edmac Trigueiro

Recebi esse livro do @edmactrigueiro e confesso que fui surpreendido positivamente!

LEIA MAIS

CLÁSSICOS, NÃO FICÇÃO

NOTA 9/10

Quarto de despejo: diário de uma favelada, Carolina Maria de Jesus

Os relatos da autora, que datam de 1955 até 1960, trazem o cotidiano miserável e caótico das favelas, em especial da Favela do Canindé, em São Paulo.

LEIA MAIS