Veja também

LIVROS, NÃO FICÇÃO

Pacientes que curam, de Julia Rocha | Resenha

Adoro livros que envolvem o universo médico e, por conta disso, já havia recebido várias indicações do livro da Julia Rocha, - mulher, negra, mãe, cantora e que, além de tudo isso, também é médica da família. Em textos curtos, a autora compartilha com os leitores a sua vivência como médica do Sistema Único de Saúde (SUS - aliás, viva o SUS!).

NOTA 9/10

FICÇÃO, LIVROS

Violeta, de Isabel Allende | Resenha

Já imaginou ler a história de alguém que nasceu em meio a gripe espanhola, na década de 20, e viveu para testemunhar o mundo paralisado pela pandemia em pleno 2020? Bom, é justamente essa linha de tempo contemplada por “Violeta” que, ainda por cima, conta com a escrita fantasiosa de Allende.

NOTA 9/10

DIVERSOS

NOTA

10 leituras para 2019

Pela primeira vez resolvi escolher 10 livros que estão na minha estante para serem lidos no próximo ano. Essa meta vai ser um grande incentivo para ler obras que eu já tenho, ao invés de ficar comprando novos e apenas alimentando a pilha de não lidos (não que eu vá parar de comprar, né kkk). Tentei escolher obras que tenho vontade de ler, mas que sempre deixava para depois. Ou seja, agora com essa meta, de 2019 não vai passar! Ah, esses livros não têm uma relação direta com o #DesafioBookster2019 ou com as leituras conjuntas que eu farei ao longo do ano. Pode até ser que algum deles se encaixe nos projetos, mas a premissa é que foram escolhidos ao acaso. Vamos à lista:

– “A casa dos espíritos”, Isabel Allende (quero ler no original, em espanhol);
– “Lavoura Arcaica”, Raduan Nassar;
– “O continente, vol. 1”, Érico Veríssimo (primeiro volume da coleção “O tempo e o vento”);
– “A queda”, Albert Camus (tenho a versão original em francês também, vou tentar ler por aquela);
– “A ilha”, Aldous Huxley;
– “A cor púrpura”, Alice Walker;
– “A paixão segundo G.H.”, Clarice Lispector;
– “Persépolis”, Marjane Satrapi;
– “Ao farol”, Virgínia Woolf; e
– “O conde de monte cristo”, Alexandre Dumas (esse vai ser o CALHAMAÇO do ano, estou muito animado)

E aí, gostaram da lista? Já leram algum ou pretendem ler? .

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Campos obrigatórios são marcados*.

Nome*:

Email*:

Comentário*

naila disse:

50% das obras já lidas, pedro!
alguns há mtos e mtos anos (o tempo e o vento e ao farol), os demais há menos tempo (a casa dos espíritos, lavoura arcaica e a ilha), mas ainda assim há anos.
lavoura arcaica foi o último, depois que assisti ao filme. marcou bastante. é genial! no final da leitura as sensações são as mesmas do filme: suspense, respiração contida, urgência! no mesmo ritmo da música.
está na hora de relê-los, todos.
te ouvi na bandnews fm (bate papo excelente!) e não poderia deixar de procurar teu site e acompanhar as dicas e resenhas. abraços!

bookster disse:

Que legal, Naila! Bem-vinda ao site! Continue acompanhando as dicas! Bjs

Queila disse:

É interessante um indicativo para leitura, estamos carentes de referência literária. Sou fascinada por leitura, passei momentos difíceis, mais agora retornei fiquei feliz suas postagens Instagram maravilhosos. Parabéns

Veja também

DIVERSOS

Lentes de Contato | ACUVUE®️

NOTA

DIVERSOS

Do amor e outros demônios, de Gabriel García Márquez | RESENHA

Quando se fala em Gabriel García Márquez, os primeiros livros que nos vêm à cabeça são “Cem anos de solidão” e “O amor nos tempos do cólera”.

NOTA 10/10