Veja também

LIVROS, NÃO FICÇÃO

Pacientes que curam, de Julia Rocha | Resenha

Adoro livros que envolvem o universo médico e, por conta disso, já havia recebido várias indicações do livro da Julia Rocha, - mulher, negra, mãe, cantora e que, além de tudo isso, também é médica da família. Em textos curtos, a autora compartilha com os leitores a sua vivência como médica do Sistema Único de Saúde (SUS - aliás, viva o SUS!).

NOTA 9/10

FICÇÃO, LIVROS

Violeta, de Isabel Allende | Resenha

Já imaginou ler a história de alguém que nasceu em meio a gripe espanhola, na década de 20, e viveu para testemunhar o mundo paralisado pela pandemia em pleno 2020? Bom, é justamente essa linha de tempo contemplada por “Violeta” que, ainda por cima, conta com a escrita fantasiosa de Allende.

NOTA 9/10

Desafio Bookster, LIVROS

NOTA

Escolhidos do mês

Quem me acompanha aqui há algum tempo sabe que eu costumo escolher as minhas leituras com base em 4 categorias, que podem ser assim resumidas: (1) um clássico; (2) um livro curto (até 200 páginas); (3) um autor contemporâneo ou uma ficção científica; e (4) um livro de não-ficção, de contos ou poemas.  

Ou seja, escolho 4 livros e só vou começar um livro diferente depois que eu tiver terminado essa última “ eva”. Com isso, eu acabo me incentivando a sair da zona de conforto e a ler obras de diferentes temáticas e gêneros.

Ah, mas isso não significa que eu leio os 4 livros simultaneamente! Gosto de começar 2 ao mesmo tempo e aí vou iniciando os próximos de acordo com o ritmo das leituras. Na minha opinião, ler mais de um livro ao mesmo tempo ajuda muito no ritmo da leitura e evita que eu canse de determinada obra.
Como estamos em mês de copa, resolvi escolher apenas livros de escritores russos:

1 – Clássico: “O mestre e margarida”, Mikhail Bulgákov – Escolha de julho para o #desafiobookster2018 .
.

2 – Livro de até 200 páginas: “A moça do internato”, Nadiêjda Khvoschínskaia – Obra de uma autora russa, que retrata a condição da mulher na segunda metade do século XIX, em uma sociedade de clara dominância masculina. Presente da @zouk
.
3 – Ficção científica: Nós, Ievguêni Zamiatin – Considerado o primeiro romance distópico e responsável por influenciar clássicos como “1984” e “Admirável mundo novo”. Recebi da incrível @aleph.
.
4 – Livro de contos: “Memórias de um caçador”, Ivan Turguêniev – Um dos meus autores favoritos! Nessa obra, Turguêniev traz 25 contos abordando a difícil vida dos camponeses e servos nas matas e aldeias russas do século XIX.
.
.
E vocês, estão lendo o que?
#bookster4em1 #bookster #instabooks #leitura #ler

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Campos obrigatórios são marcados*.

Nome*:

Email*:

Comentário*

Veja também

LIVROS

Ciranda de pedra, Lygia Fagundes Telles

Sensibilidade. Se eu tivesse que definir essa obra de Lygia Fagundes Telles em apenas uma palavra, seria sensibilidade.

NOTA 10/10

LIVROS, NÃO FICÇÃO

Abusado, Caco Barcellos

Com um trabalho jornalístico incrível, Caco Barcellos conseguiu não apenas apresentar ao seu leitor o dia a dia das favelas cariocas dominadas pelo poder dos traficantes de drogas, mas também mostrar essa história a partir do ponto de vista dos moradores das favelas e dos próprios chefes do tráfico.

NOTA 09/10