Veja também

DIVERSOS

Aos prantos no mercado, de Michelle Zauner | Resenha

No que você pensa que te faz pensar das pessoas amadas que já partiram? Para Michelle Zauner, a culinária coreana desperta suas memórias com sua mãe. Ao entrar em um supermercado especializado em comida asiática, a autora desaba. Olha ao seu redor e pensa: minha mãe poderia estar aqui. E junto com as lágrimas, vem a saudades.

NOTA 8/10

DIVERSOS

Fim, de Fernanda Torres | Resenha

Um grupo de 5 amigos cariocas que se conhecem na juventude e levam uma vida repleta de festas, relacionamentos e intrigas. Uma fase intensa, mas que não os prepara para os próximos capítulos de suas vidas, marcados pelas perdas, solidão e conflitos. Os amigos são muito diferentes um do outro e o seus destinos também os levarão para fins únicos.

NOTA Nota 8,5/10

DIVERSOS

NOTA Como considero a autora uma amiga, prefiro não dar nota (passarei a fazer isso).

Aurora (O Despertar da Mulher Exausta), de Marcela Ceribelli | Resenha

Quem vive em grandes centros urbanos, é usuário recorrente das redes sociais, precisa trabalhar para pagar os boletos e ainda tem uma lista longa de obrigações para tentar atender as exigências e pressões que a sociedade exerce em nós, está exausto. Estamos chegando – ou extrapolando – nossos limites e assuntos como saúde mental, solidão e falta de tempo livre vêm à tona.

Apesar de ser um livro destinado para as mulheres – exaustas -, posso dizer que me identifiquei muito com algumas discussões e reflexões trazidas por Marcela Ceribelli. A autora utiliza o acervo de conversas que teve no comando do podcast “Bom dia, Obvious” e, em conjunto com suas próprias vivências, discorre sobre os temas e angústias atuais vividos pelas novas gerações.

É uma escrita fácil e divertida, com passagens que me fizeram pensar: achei que só eu passava por isso. Ou seja, mais uma vez os livros nos mostram que não estamos sozinhos e a quantidade de “Auroras” vendidas nas livrarias deixa isso ainda mais evidente. A leitura ainda me ensinou mais sobre temas importantes relacionados à imagem que a sociedade tenta impor às mulheres, como maternidade e a relação com o corpo.

Não leio tanto livro de não ficção, mas fica minha super recomendação de uma leitura com temas atuais e que precisam ser debatidos. Ao trazer a opinião dos especialistas que passaram por seu podcast, a obra fica ainda mais rica e deixa de ser uma simples opinião para também ser um texto informativo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Campos obrigatórios são marcados*.

Nome*:

Email*:

Comentário*

Veja também

DIVERSOS

#DesafioBookster2024 | Janeiro

Mês: Janeiro
Sentimento: Saudade
Livro: Aos prantos no mercado, de Michelle Zauner

NOTA

DIVERSOS

Desafio Bookster 2024

Desafio Bookster 2024
Tema: Sentimentos humanos

Booksters, antes de tudo: feliz ano novo! Agora, chegou o momento mais esperado! Bora iniciar as nossas leituras de 2024 com o melhor desafio dessas redes. Como venho fazendo há alguns anos, hoje lanço o #DesafioBookster2024, um projeto para lermos 12 livros juntos durante o ano, 1 por mês, seguindo um tema escolhido por mim.

NOTA