Veja também

DIVERSOS

Aos prantos no mercado, de Michelle Zauner | Resenha

No que você pensa que te faz pensar das pessoas amadas que já partiram? Para Michelle Zauner, a culinária coreana desperta suas memórias com sua mãe. Ao entrar em um supermercado especializado em comida asiática, a autora desaba. Olha ao seu redor e pensa: minha mãe poderia estar aqui. E junto com as lágrimas, vem a saudades.

NOTA 8/10

DIVERSOS

Fim, de Fernanda Torres | Resenha

Um grupo de 5 amigos cariocas que se conhecem na juventude e levam uma vida repleta de festas, relacionamentos e intrigas. Uma fase intensa, mas que não os prepara para os próximos capítulos de suas vidas, marcados pelas perdas, solidão e conflitos. Os amigos são muito diferentes um do outro e o seus destinos também os levarão para fins únicos.

NOTA Nota 8,5/10

DIVERSOS

NOTA

#DesafioBookster2024 | Janeiro

Mês: Janeiro
Sentimento: Saudade
Livro: Aos prantos no mercado, de Michelle Zauner

Saudade. Uma das palavras mais bonitas da língua portuguesa, na minha opinião, e que não encontramos em outros idiomas. É um substantivo que significa muito e que dói, emociona e também pode ser um recipiente de boas memórias.

A gente começa um ano com saudades dos bons momentos vividos, dos encontros e de quem nos deixou em 2023. E é sobre essa forma mais devastadora da saudades que Michelle Zauner aborda em seu romance: a perda de uma das pessoas mais importantes de sua vida, a sua mãe.

Um livro que foi muito indicado para mim e que já estava na minha lista de próximas leitura. 2024 promete começar com uma leitura marcante e emocionante!

Sinopse:

“Nele, vemos a protagonista, que atravessa o luto pela morte precoce da mãe, liberando o pranto represado ao percorrer as prateleiras do mercado coreano H Mart em Nova York. (…) Enquanto a saudade da mãe coloca em perspectiva as antigas rebeliões da adolescência e atenua o rigor do julgamento das escolhas feitas pelos pais, a comida representa uma espécie de tábua de salvação na qual Zauner navega os descaminhos dos últimos e dolorosos momentos da mãe.”

@fosforoeditora
284 páginas
Tradução: Ana Ban

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Campos obrigatórios são marcados*.

Nome*:

Email*:

Comentário*

Veja também

DIVERSOS

Desafio Bookster 2024

Desafio Bookster 2024
Tema: Sentimentos humanos

Booksters, antes de tudo: feliz ano novo! Agora, chegou o momento mais esperado! Bora iniciar as nossas leituras de 2024 com o melhor desafio dessas redes. Como venho fazendo há alguns anos, hoje lanço o #DesafioBookster2024, um projeto para lermos 12 livros juntos durante o ano, 1 por mês, seguindo um tema escolhido por mim.

NOTA

DIVERSOS

Reparação, de Ian McEwan | Resenha

O autor britânico Ian McEwan sempre aparece na minha caixa de entrada, com leitores me recomendando algum de seus livros. E, sem qualquer dúvida, “Reparação” é o mais indicado e o queridinho de muitos por aí, ganhando maior repercussão depois que foi adaptado ao cinema, com o filme “Desejo e reparação”, indicado em várias categorias do Oscar de 2008. Mas será que é tudo isso que dizem?

NOTA 10/10