Veja também

DIVERSOS

O encontro marcado, de Fernando Sabino | Resenha

“Parece qualidade fora de moda, essa de um livro ’prender’. Acho qualidade essencial, invejável. (…) A primeira pausa, a primeira mesmo, vem exatamente e apenas no fim.” Foi assim que Clarice Lispector descreveu a experiência de ler esse clássico da literatura brasileira. Publicado em 1956, a obra do escritor mineiro Fernando Sabino é um brilhante romance de formação de um jovem escritor, Eduardo Marciano.

NOTA

DIVERSOS

#DesafioBookster2023 | Dezembro

#DesafioBookster2023

Mês: Dezembro
Acontecimento histórico: Pandemia COVID
Livro: Último olhar, de Miguel Sousa Tavares

NOTA

DIVERSOS

NOTA

Ideologias, de Gabriela Prioli | Resenha

A rede social se transformou em um palco de acesso livre em que qualquer um – anônimo ou não – pode sair destilando sua opinião como especialista nas mais diferentes áreas. O problema que estamos esquecendo é que o simples fato de ter acesso a uma rede social não te torna especialista. Por conta disso, as plataformas viraram grandes fontes de desinformação e – pior que isso – de fake news. Ninguém mais tem paciência para pesquisar, se aprofundar nos temas, antes de discutir. Os debates viraram mais rasos e, quando o assunto envolve política, tudo se resume a ser de esquerda ou direita.

E é justamente esse problema que o livro da Prioli ajuda a enfrentar: a desinformação. De uma forma acessível e descomplicada, a autora discute o amplo conceito de ideologia e alguns de seus tipos mais conhecidos: liberalismo, conservadorismo socialismo. A análise passa por uma perspectiva histórica, com informações interessantíssimas e que muitas vezes eu desconhecia. Há ainda a apresentação de muitos autores que viraram referência para as diferentes ideologias, demonstrando como esses conceitos também foram se ajustando ao longo dos séculos.

Li o livro em poucos dias e, apesar de ter cursado Direito e me considerar uma pessoa de certa forma interessada no tema, aprendi muito. É para ir além da divisão superficial – e muitas vezes equivocada – entre esquerda e direita. É uma fonte de conhecimento acessível para ser usado sem moderação em uma realidade de tanta preguiça intelectual. Para pararmos de apenas reproduzir discursos e conseguirmos entender conceitos básicos que nos permitam definir nossa própria opinião. Enfim, uma leitura importantíssima!

Nota: Como considero a autora minha amiga, prefiro não dar nota (vou passar a fazer isso).

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Campos obrigatórios são marcados*.

Nome*:

Email*:

Comentário*

Veja também

DIVERSOS

Encruzilhadas, de Jonathan Franzen | Resenha

Em 2010, a revista Time publicou na sua capa uma foto do escritor norte-americano Jonathan Franzen com a seguinte chamada: O grande romancista americano. A popularidade em sua terra natal, no entanto, ainda não conquistou tanto o gosto do leitor brasileiro. Tem quem adora, mas sinto que Frazen ainda é pouco conhecido por aqui.

NOTA 10/10

DIVERSOS

#DesafioBookster2023 | Novembro

#DesafioBookster2023
Mês: Novembro
Acontecimento histórico: Ditadura argentina
Livro: A casa dos coelhos, de Laura Alcoba

NOTA