Veja também

FICÇÃO

Sobre a terra somos belos por um instante, de Ocean Vuong | Resenha

Em meio ao mês do orgulho LGBTQIA+, comecei essa leitura, muito bem indicada por Mia Couto no @dariaumlivropodcast, sem saber que a obra do autor vietnamita - que acaba de ser traduzida para o português - continha uma temática gay. Ocean Vuong é muito conhecido por suas obras de poesia e “Sobre a terra somos belos por um instante” foi sua primeira aventura em um romance.

NOTA 9/10

FICÇÃO

Vamos comprar um poeta, de Afonso Cruz | Resenha

Nas poucas páginas que compõem esse livro, fica evidente a genialidade do autor português - característica que eu já tinha escutado de outros leitores. A obra foge totalmente daquele conceito de romance que estamos acostumados a ler.

NOTA 10/10

CLÁSSICOS, FICÇÃO, NÃO FICÇÃO

NOTA

Escolhas da vez!

Não consegui fazer o post dos escolhidos para o mês de maio, mas vou aproveitar que estamos no início do mês para apresentar as leituras de junho! Como sempre falo aqui, costumo escolher as minhas leituras com base em quatro categorias: (1) clássico; (2) até 200 páginas; (3) autor contemporâneo/ ficção científica; e (4) não ficção/contos/poemas.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Ou seja, escolho quatro livros e só vou começar um livro diferente depois que eu acabar a “leva” atual. Isso me tira da zona de conforto e me incentiva a ler obras de diferentes gêneros. Essa “técnica” também ajuda muito no ritmo da leitura, evitando que eu canse de alguma obra. E é importante dizer que eu não leio os 4 livros simultaneamente! Gosto de começar 2, e aí vou iniciando os próximos conforme finalizo as leituras, sem deixar nenhum de lado.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Escolhas de vez:
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
1 – Clássico: “A ilha”, de Aldous Huxley – Em seu último romance, Huxley leva o leitor à uma ilha fictícia, palco de uma civilização que persegue serenamente a felicidade. “Lá a utopia da existência plena é possível, e esse é o grande tema da discussão proposta na obra por Huxley”. Estou muito animado com a leitura e já sei que as opiniões sobre o livro costumam ser bem divergentes! Escolhido para a #leituraconjuntabookster, com a live marcada para 23.06, às 21:30!
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
2 – Até 200 páginas: “O eterno marido”, de Fiódor Dostoiévski – Considerado com um dos mais importantes romances curtos do autor, a obra parte do encontro de um viúvo com o ex-amante de sua mulher. Para quem é de São Paulo, esse livro será discutido em 26.06, no @notucupi. Inscreva-se!
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
3 – Autor contemporâneo: “O fim de Eddy”, de Édouard Louis – Abordando a temática da LGBTfobia, o livro foi o escolhido para o #desafiobookster2019.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
4 – Não ficção: “21 lições para o século 21 “, de Yuval Harari – Adorei “Sapiens”, agora vamos conhecer o seu último lançamento…. Ah, e vou fazer um teste com esse livro: alternar o audiobook com a leitura. Nunca escutei um audiobook, mas quero ter essa experiência para poder compartilhar minha opinião com vocês.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
E vocês, estão lendo o que?
#bookster #escolhidosdavez

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Campos obrigatórios são marcados*.

Nome*:

Email*:

Comentário*

Veja também

DIVERSOS

A estrada, de Corman McCarthy

Sabe aquele livro que você não tem tanta vontade de ler, mas que depois acaba te surpreendendo muito? Então, essa foi a minha experiência com “A estrada”...

NOTA 9/10

FICÇÃO

Todas as cores do céu, de Amita Trasi | Parceria Bookster

O cenário desta história é a Índia do final da década de 90, retratando a sua estrutura social dividida em castas e a submissão do povo indiano às suas tradições...

NOTA