Veja também

DIVERSOS

O fim de Eddy, de Édouard Louis | Resenha

Romance autobiográfico que fez bastante sucesso na França, “O fim de Eddy” retrata as dificuldades e conflitos internos vividos por um garoto que ainda questiona a sua sexualidade...

NOTA 8/10

DIVERSOS

Meu pequeno país, de Gaël Faye | Resenha

Se eu pudesse resumir esse livro em apenas um frase, seria: a dureza da guerra na perspectiva de uma criança. Gabriel, um narrador de apenas 10 anos, nos transporta para a guerra civil que assolou Ruanda, no início de 1992...

NOTA 8,5/10

FICÇÃO

NOTA

Autobiografia, de José Luís Peixoto | Resenha e Parceria

Será que as palavras mantêm vivos aqueles cuja falta nos é sentida? Peixoto conseguiu fazer isso com José Saramago. A presença do gênio da literatura como um dos personagens principais dessa obra conseguiu, sem qualquer dúvida, dar novos suspiros a Saramago. “Autobiografia” é uma leitura inteligente e que nos mantém famintos pelas próximas linhas, pelos próximos encontros e desencontros que, aos montes, se repetem nessa história.
José, o narrador-personagem, compartilha não apenas seu nome com Saramago, mas também a escolha da escrita como profissão. No entanto, José se encontra em um momento de crise: Como superar a dificuldade de escrever o segundo romance? Essa síndrome da folha em branco, que parece assombrar muitos escritores, não poupou o nosso narrador e, como parece, também fez de Saramago sua vítima. Em meio a essa obsessão causada pela ausência da escrita, a vida de José se cruza com a de Saramago. Mais que isso: José é convidado a escrever uma biografia da vida desse grande escritor.
E o que não podemos deixar de lado é a presença de um terceiro José: o autor do livro. São, portanto, três “Josés”, cujas histórias vão se mesclando entre uma indecifrável mistura de realidade e ficção. O importante é não querer ser um leitor tão racional nesse “jogo de espelhos”, mas curtir a inteligência de José – qual deles? – ao construir essa incrível narrativa sobre a escrita, sobre a vida do escritor e sobre situações imprevisíveis!
Para quem se interessou pelo livro, esse lançamento de Peixoto é mais uma conquista da @taglivros, clube de assinaturas com mais de 50 mil inscritos no Brasil. Em julho, a @taglivros completa 5 anos e, para isso, presenteou seus associados com essa obra escrita exclusivamente para o clube (categoria Curadoria). Assim, se você ainda não está inscrito, não perca tempo e corra no link dos stories para receber esse presente em casa (válido até dia 10.07). A partir do momento em que você assinar, todo mês será surpreendido com uma caixa contendo um livro surpresa e MUITO mais. No canal do Book.ster no Youtube tem um vídeo explicando os benefícios do clube para vocês.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Campos obrigatórios são marcados*.

Nome*:

Email*:

Comentário*

Veja também

DIVERSOS

As alegrias da maternidade, de Buchi Emecheta | Resenha

Diferentemente do que o título dá a entender, não se trata de um livro sobre alegrias. A maternidade abordada por Emecheta, escritora nigeriana de incrível talento, também está longe daquele conceito idealizado sobre a criação dos filhos...

NOTA 9,5/10

CLÁSSICOS, FICÇÃO, NÃO FICÇÃO

Escolhas da vez!

Não consegui fazer o post dos escolhidos para o mês de maio, mas vou aproveitar que estamos no início do mês para apresentar as leituras de junho...

NOTA