Veja também

LIVROS, NÃO FICÇÃO

Pacientes que curam, de Julia Rocha | Resenha

Adoro livros que envolvem o universo médico e, por conta disso, já havia recebido várias indicações do livro da Julia Rocha, - mulher, negra, mãe, cantora e que, além de tudo isso, também é médica da família. Em textos curtos, a autora compartilha com os leitores a sua vivência como médica do Sistema Único de Saúde (SUS - aliás, viva o SUS!).

NOTA 9/10

FICÇÃO, LIVROS

Violeta, de Isabel Allende | Resenha

Já imaginou ler a história de alguém que nasceu em meio a gripe espanhola, na década de 20, e viveu para testemunhar o mundo paralisado pela pandemia em pleno 2020? Bom, é justamente essa linha de tempo contemplada por “Violeta” que, ainda por cima, conta com a escrita fantasiosa de Allende.

NOTA 9/10

DIVERSOS

NOTA

Leituras do ano | 2018

O ano está chegando ao fim e, assim como em 2017, quero compartilhar os Top 5 livros do ano! A seleção não foi nada fácil, já que li MUITA coisa boa nesse ano. Fiquei feliz pois consegui ler livros de diferentes gêneros e aumentando bem mais o número de obras escritas por autoras. Também consegui finalizar leituras que considerava difíceis ou pesadas e que, ao final, fui surpreendido positivamente. .

Segue a lista (não está em ordem de preferência): .
– As brasas, Sándor Márai
– A hora da estrela, Clarice Lispector
– Memórias de Adriano, Marguerite Yourcenar
– O mestre e Margarida, Mikhail Bulgákov
– Lolita, Vladimir Nabokov .

O que vocês acharam da lista? E para vocês, quais foram os melhor do ano?

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Campos obrigatórios são marcados*.

Nome*:

Email*:

Comentário*

Veja também

DIVERSOS

Não me abandone jamais, Kazuo Ishiguro | RESENHA

Vencedor do Prêmio Nobel de literatura de 2017, Ishiguro é conhecido por sua escrita sensível, mesclando a realidade com a fantasia. Apesar de ter gostado da primeira obra que li do autor (“O gigante enterrado”), o escolhido para o mês de novembro do #DesafioBookster2018 não me agradou!

NOTA 5,5/10

LIVROS

Morreste-me, José Luís Peixoto

Que surpresa boa foi essa leitura! Cada dia gosto mais dessa nova geração de autores portugueses contemporâneos… “Morreste-me” foi meu primeiro contato com o trabalho de Peixoto e já terminei a leitura querendo conhecer mais das obras do autor. 

NOTA 10/10