Veja também

LIVROS, NÃO FICÇÃO

Pacientes que curam, de Julia Rocha | Resenha

Adoro livros que envolvem o universo médico e, por conta disso, já havia recebido várias indicações do livro da Julia Rocha, - mulher, negra, mãe, cantora e que, além de tudo isso, também é médica da família. Em textos curtos, a autora compartilha com os leitores a sua vivência como médica do Sistema Único de Saúde (SUS - aliás, viva o SUS!).

NOTA 9/10

FICÇÃO, LIVROS

Violeta, de Isabel Allende | Resenha

Já imaginou ler a história de alguém que nasceu em meio a gripe espanhola, na década de 20, e viveu para testemunhar o mundo paralisado pela pandemia em pleno 2020? Bom, é justamente essa linha de tempo contemplada por “Violeta” que, ainda por cima, conta com a escrita fantasiosa de Allende.

NOTA 9/10

LIVROS

NOTA 09/10

O 11º mandamento, Abraham Verghese

Um romance no ponto certo e que tem a medicina como fio condutor! O cenário é a pobre Adis Abeba, capital da Etiópia, em 1954. Shiva e Marion são irmãos gêmeos siameses, nascidos com as cabeças grudadas. Os meninos são fruto de uma relação proibida e nada convencional entre um médico inglês e uma freira indiana. A mãe morre no parto e os bebês são logo submetidos a uma cirurgia de separação, sendo em seguida abandonados pelo pai para serem criados por um casal de missionários médicos. No entanto, apesar de fisicamente separados, essa união que marcou o início da vida de Shiva e Marion vai deixar marcas profundas e permanentes.

O leitor acompanha o crescimento dos garotos em uma cidade marcada pela pobreza. Como os pais de criação são médicos, Shiva e Marion vivenciam de perto as dificuldades e a precariedade do sistema hospitalar de um país pobre. Mas isso não os impede de seguir a mesma carreira.

Além disso, a infância dos irmãos é atormentada por dúvidas sobre o seu passado e que nunca foram respondidas.

Com desenvolvimento do enredo, o autor consegue trazer ao leitor uma descrição extremamente interessante da realidade da Etiópia, inclusive com fatos históricos verídicos que marcaram o país.

Uma leitura muito envolvente, às vezes mais densa, e com personagens bem desenvolvidos. Para quem é da área ou gosta do assunto, é uma leitura indispensável, revelando aspectos muito interessantes da relação entre médico e pacientes e do exercício da profissão em condições tão precárias. É a visão do médico como ser humano, aquele que se doa ao próximo. Talvez o fato de o autor também ser médico possa ter contribuído para a sensibilidade de sua visão sobre o tema. Excelente leitura!

 

Se você gostou, compre o livro clicando no link e ajude a página a se manter: https://amzn.to/2KTeuOl 

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Campos obrigatórios são marcados*.

Nome*:

Email*:

Comentário*

Veja também

LIVROS

Nós, Ievguêni Zamiátin

Distopia é a descrição de uma sociedade “que deu errado” no futuro, geralmente governada por uma autoridade autoritária, que regula e limita a liberdade de seus cidadãos.

NOTA 06/10

Desafio Bookster, LIVROS

Escolhidos do mês

Quem me acompanha aqui há algum tempo sabe que eu costumo escolher as minhas leituras com base em 4 categorias, que podem ser assim resumidas: (1) um clássico; (2) um livro curto (até 200 páginas); (3) um autor contemporâneo ou uma ficção científica; e (4) um livro de não-ficção, de contos ou poemas.

NOTA