Veja também

LIVROS, NÃO FICÇÃO

Pacientes que curam, de Julia Rocha | Resenha

Adoro livros que envolvem o universo médico e, por conta disso, já havia recebido várias indicações do livro da Julia Rocha, - mulher, negra, mãe, cantora e que, além de tudo isso, também é médica da família. Em textos curtos, a autora compartilha com os leitores a sua vivência como médica do Sistema Único de Saúde (SUS - aliás, viva o SUS!).

NOTA 9/10

FICÇÃO, LIVROS

Violeta, de Isabel Allende | Resenha

Já imaginou ler a história de alguém que nasceu em meio a gripe espanhola, na década de 20, e viveu para testemunhar o mundo paralisado pela pandemia em pleno 2020? Bom, é justamente essa linha de tempo contemplada por “Violeta” que, ainda por cima, conta com a escrita fantasiosa de Allende.

NOTA 9/10

LIVROS

NOTA 10/10

Os pilares da terra, Ken Follett

Um dos meus romances históricos preferidos. O pano de fundo da narrativa é a Inglaterra medieval do século XII e a construção de uma catedral gótica. O autor nos mostra com o poder da Igreja – e o medo do divino – controlava a vida dos cidadãos. Intrigas políticas, os costumes da nobreza e o dia a dia da classe social mais baixa, responsável pela construção da catedral, também são temas abordados no livro. Os personagens são extremamente bem construídos e o leitor acaba se envolvendo muito com a trama! São quase mil páginas de leitura fluída, rica em história e muito intrigante…

 

Se você gostou, compre o livro clicando no link e ajude a página a se manter: https://amzn.to/2IALcHi

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Campos obrigatórios são marcados*.

Nome*:

Email*:

Comentário*

Veja também

CLÁSSICOS, FICÇÃO, LIVROS

1984, George Orwell

Uma narrativa atemporal e um marco dos romances distópicos! Em 1984, George Orwell criou uma sociedade distópica, em que tudo é controlado e todos são manipulados pelo Grande Irmão, personificação de um poder autoritário...

NOTA 10/10

LIVROS

Crime e castigo, Fiódor Dostoiévski

Acho que muitos vão ficar indignados com a minha nota, pensando o que eu deveria ter dado um 10.

NOTA 8,5/10