Veja também

FICÇÃO, LIVROS

Solução de dois Estados, de Michel Laub | Resenha

Em seu mais novo romance, um dos principais nomes da literatura contemporânea nacional aborda temáticas muito atuais, sobretudo a polarização que marca as discussões políticas e sociais do nosso tempo.

NOTA 9/10

FICÇÃO, LIVROS

Confissões, de Kanae Minato | Resenha

Até escolher o livro para a leitura conjunta do #desafiobookster2021, para o gênero de thriller, nunca tinha ouvido falar da autora japonesa Kanae Minato.

NOTA 8,5/10

LIVROS, NÃO FICÇÃO

NOTA 9,5/10

As boas mulheres da China, Xinran

Em “As boas mulheres da China”, Xinran nos presenteia com os relatos sobre a vida de mulheres de diferentes idades e classes sociais, mas com um ponto em comum: o abuso e a submissão em relação ao marido, pais e irmãos. Em seu programa de rádio, a jornalista recebia desabafos e denúncias de ouvintes sobre o sofrimento vivenciado pela mera de condição de ser mulher e tentava, de certa forma, escancarar essa realidade até então tratada como um verdadeiro tabu no país. Xinran dá voz às mulheres.

 

Ao demonstrar a realidade enfrentada no final do século passado, com relatos datados de 1989 a 1997, a autora se deparar inúmeras vezes com temas envolvendo casamentos forçados, abusos sexuais, abusos psicológicos, objetificação da mulher e pobreza extrema. Alguns relatos são tão fortes que fica até mesmo difícil de acreditar que de fato ocorreram.

É, ao mesmo tempo, chocante e surpreendente! Um livro que recomendo muito e que aborda uma temática extremamente atual.

 

Editora: Companhia de Bolso.

Número de páginas: 256.

Ano de publicação: 2007.

 

Se você gostou, compre o livro clicando no link e ajude a página: https://amzn.to/2rTEKAH

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Campos obrigatórios são marcados*.

Nome*:

Email*:

Comentário*

Veja também

LIVROS

Vozes de Tchernóbil, Svetlana Aleksiévitch

Não é por acaso que a autora venceu o Prêmio Nobel da Literatura em 2015...

NOTA 7/10

LIVROS

Norwegian Wood, Haruki Murakami

Para quem nunca leu alguma obra de Murakami, Norwegian Wood pode ser uma boa forma de iniciar e entrar no mundo do autor.

NOTA 8,5/10