Veja também

LIVROS, NÃO FICÇÃO

Pacientes que curam, de Julia Rocha | Resenha

Adoro livros que envolvem o universo médico e, por conta disso, já havia recebido várias indicações do livro da Julia Rocha, - mulher, negra, mãe, cantora e que, além de tudo isso, também é médica da família. Em textos curtos, a autora compartilha com os leitores a sua vivência como médica do Sistema Único de Saúde (SUS - aliás, viva o SUS!).

NOTA 9/10

FICÇÃO, LIVROS

Violeta, de Isabel Allende | Resenha

Já imaginou ler a história de alguém que nasceu em meio a gripe espanhola, na década de 20, e viveu para testemunhar o mundo paralisado pela pandemia em pleno 2020? Bom, é justamente essa linha de tempo contemplada por “Violeta” que, ainda por cima, conta com a escrita fantasiosa de Allende.

NOTA 9/10

LIVROS

NOTA 8/10

A invenção de Morel, Adolfo Bioy Casares

Achei o começo bem confuso e arrastado, mas ao longo da leitura, comecei a ficar mais pela obra. A invenção de Morel é um clássico da ficção latino-americana e narra a história de um fugitivo político, condenado à prisão perpétua na Venezuela, que busca refúgio em uma ilha misteriosa. Apesar de a ilha ser conhecida por uma epidemia letal, o protagonista se depara com um grupo de turistas nada comum, que – por algum motivo não conhecido – ignora completamente a sua presença, e máquinas que conseguem manipular a imagem e o tempo, reproduzindo realidades passadas.
Edição rara da Cosac Naify, muito bem feita (mas fiquem tranquilos que a Editora Biblioteca Azul lançou recentemente uma nova edição).

 

Se você gostou, compre o livro clicando no link e ajude a página a se manter: https://amzn.to/2rV2Fiw

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Campos obrigatórios são marcados*.

Nome*:

Email*:

Comentário*

Veja também

LIVROS, NÃO FICÇÃO

As montanhas de Buda, Javier Moro

Antes de começar a ler esse livro, eu não estava esperando muita coisa, nada além de um romance raso.

NOTA 9,5/10

LIVROS

O vermelho e o negro, Stendhal

Julien Sorel, protagonista da obra, nasceu em uma família pobre, na França pós napoleônica, mas com forte ambição de ascender socialmente.

NOTA 8,5/10